Participo

TÉCNICAS DE CONGELAMENTO

REGRAS BÁSICAS

- escolher sempre alimentos de primeira qualidade, pois o congelamento não melhora o estado, aparência e sabor do alimento, apenas mantém suas características.
- não deixar passar o tempo de cozimento dos alimentos. Cozinhar apenas o tempo necessário.
- congelar tudo absolutamente frio.
- não recongelar nenhum tipo de alimento, pois perde o sabor e qualidades nutritivas. O alimento só poderá ser recongelado se mudar de estado, por exemplo, carne crua congelada, se for assada, novamente poderá ser recongelada.
- colocar rótulos ou etiquetas com identificação dos alimentos.
- empacotar e embrulhar os alimentos muito bem. É importante retirar o máximo de ar dos pacotes.

MATERIAIS NECESSÁRIOS PARA O CONGELAMENTO

- embalagens flexíveis: sacos plásticos de polietileno (atóxico), rolopac, papel alumínio, fôrmas e bandejas de alumínio descartáveis.
- embalagens rígidas: recipientes rígidos, pirex ou louça refratária, caixas ou bandejas de isopor, potes de vidro, forminhas de gelo.
- complementos necessários: bombas para extrair o ar, presilhas de arame recobertas com plástico, fitas auto-adesivas, etiquetas auto-adesivas.

VANTAGENS DO CONGELAMENTO

- organização
- aproveitamento de sobras
- programação
- imprevistos
- economia de tempo
- economia de dinheiro
- preservação

DESCONGELAMENTO

É muito importante o bom descongelamento para que se tenha um bom resultado. O descongelamento pode ser feito na própria embalagem, na geladeira, na temperatura ambiente ou microondas.

ALIMENTOS QUE NÃO DEVEM SER CONGELADOS

- todas as verduras de folhas (alface, agrião, almeirão, rúcula, etc)
- pepino, rabanete, tomate cru
- qualquer legume que se pretende cozinhar cru
- batatas
- claras cozidas ou em neve
- aves recheadas
- maionese
- pudins cremosos
- gelatinas
- ovos na casca
- cremes
Postar um comentário